quarta-feira, 20 de maio de 2015

Cantos e Recantos...de Piodão!


"Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver no universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não, do tamanho da minha altura..."
by Alberto Caeiro, in Guardador de Rebanhos" Poema VII (excerto)









3 comentários:

  1. Muito bonito. As fotos estão fantásticas. Catarina R.

    ResponderEliminar
  2. A aldeia é linda, mas as fotografias conseguiram torna-la ainda mais bonita. Parabéns.

    ResponderEliminar