sexta-feira, 8 de maio de 2015

Barcelona - da cidade a Montjuic



Montjuic, ou Monte dos Judeus em catalão medieval, domina parte da cidade de Barcelona e tem um estatuto muito próprio. Foi sede da Exposição Mundial de 1929, foi considerado um dos melhores circuitos automobilísticos de rua, viveu os jogos olímpicos de 1992 e é visita obrigatória. Pode subir-se pelo "Transbordador Aeri del Port" que liga o porto de Barcelona a Montjuic e daí pode-se, ainda, apanhar o teleférico que vai até ao Castelo. Conforme se sobe alarga-se a vista sobre a cidade e essa é uma visão que vale a pena.





Descendo Montjuic o primeiro local de referência, cujo nome é já indissociável dos circuitos culturais de Barcelona, a Fundação Joan Miró, criada pelo próprio, tem na sua coleção mais de 300 pinturas, 150 esculturas, obras têxteis e cerca de 8 mil desenhos do artista, além de muitas outras obras de arte doadas pelos seus autores.

"Una forma nunca es algo abstracto, es sempre un hombre, um pájaro o algo más. Forma es nunca considerar la forma." by Joan Miró.


Continuando a descer a serra começa a zona do que foi a Vila Olímpica dos Jogos Olímpicos de Barcelona. Montjuic foi o local eleito para a realização das Olimpíadas de verão de 1992, onde compareceram 169 nações com 9356 atletas.




Os jogos olímpicos que Freddie Mercury e Montserrat Caballé imortalizaram com a sua "Barcelona" cantada em dueto e que marcou última atuação publica do cantor. 
Performance of Barcelona Barcelona, um Hino a Cidade de Gaudi

A torre de telecomunicações obra do arquiteto e engenheiro Santiago Calatrava, tem 136 metros de altura, foi construída para as olimpíadas de 1992 e continua a ser um símbolo dos jogos olímpicos de Barcelona. A torre pode ser vista de qualquer ponto da cidade.

Depois do périplo pelo desporto entramos na história. O "Poble Espanyol" construído em 1929, por ocasião da Exposição Mundial é um verdadeiro museu ao ar livre. É como um parque temático onde réplicas, à escala, de edifícios representativos de várias regiões ibéricas nos levam a passear pelos vários estilos arquitetónicos e pela diversidade cultural espanhola. É um dos locais turísticos mais visitados da cidade.





O nosso passeio por Montjuic termina junto ao imponente edifico que alberga o Museu Nacional de Arte da Catalunha (MNAC) cuja coleção de arte românica é considerada uma das mais completas do mundo do mundo.




Mas a cidade ainda estava por descobrir e a Plaza de España, com a sua antiga praça de touros transformada em centro comercial, desde que as touradas foram proibidas em Barcelona, foi o início de uma nova etapa.






2 comentários:

  1. Vi o seu post no facebook e vim aqui ao seu blog por curiosidade. Gostei da forma como o apresenta e como relaciona os textos com as fotos. Barcelona é uma cidade linda. Gostava de lá voltar.

    ResponderEliminar
  2. Gostei das dicas e das fotos! Vou á procura do outro post sobre Barcelona! Beijos! :)

    ResponderEliminar