domingo, 10 de maio de 2015

A Barcelona de Gaudi


Barcelona é, sem dúvida, uma cidade do "Modernismo" e falar de Barcelona e de modernismo é falar de Gaudí. Perante o espetáculo art noveau que nos envolve, de todos os edifícios modernistas da cidade, sobressaem as criações de Antoni Gaudí i Cornet, o mais genial e conhecido arquiteto catalão. 

À obra de Gaudí aplica-se o velho ditado “primeiro estranha-se e depois entranha-se” e de facto, o seu estilo único, imaginativo, visionário e as suas estranhas construções, depressa, nos cativam. As estruturas complexas com fachadas ondulantes, sem uma única linha reta, transmitem uma sensação de movimento contínuo que se prolonga em todo o conjunto. As formas fantásticas, os motivos esculturais, decorativos e os adereços evocam seres vivos e a natureza. Gaudí foi, alíás, apelidado de "arquiteto de natureza". 

Casa Milà ou La Pedrera é um edifício de apartamentos, construído nos primeiros anos do século XX, a pedido da família Milà, com o requisito expresso que fosse algo que fizesse a diferença. Desenhada por Gaudí, cumpriu essa exigência e ainda foi um pouco mais além levando a que a apelidassem de La Pedrera devido à sua aparência invulgar. De realçar as esculturas em ferro forjado que ornamentam os balcões fazendo lembrar algas marinhas.

"No hay líneas rectas o curvas cerradas en la naturaleza. Por lo tanto, los edificios no deben tener líneas rectas o curvas cerradas." 



Casa Batló, (Património Mundial da Humanidade pela Unesco) construida inicialmente em 1875, foi reformada por Gaudí nos primeiros anos de 1900. Este edifício é também conhecido por "Casa de las máscaras" ou "Casa de los huesos" (ossos) devido a alguns elementos decorativos que evocam máscaras de carnaval e caveiras. A fachada ondulada está decorada com fragmentos de cerâmica e vidro coloridos (trencadis - técnica muito usada por Gaudí).




"La arquitectura es la ordenación de la luz; la escultura es el juego de la luz." 



Templo Expiatório da Sagrada Família, também conhecido simplesmente como Sagrada Família, é considerado, por muitos, como a obra prima de Gaudí e o expoente da arquitetura modernista catalã. Financiada apenas por contribuições privadas, a construção da Sagrada Família foi assumida por Gaudí,em 1883, quando este tinha apenas 31 anos de idade, tendo sido o seu projeto de vida durante 40 anos. A sua construção dura há mais de 100 anos e não se prevê que esteja acabada antes de 2026 (ano do centenário da morte de Gaudí). No seu interior, numa das suas capelas, ao pé da estátua de Maria está sepultado o seu arquiteto.

O templo da Sagrada Família depois de concluído não será mais alto que a montanha de Montjuic, " porque la obra del hombre no debe ser superior a la obra de Dios".  

"Para hacer las cosas bien es necesario: primero, el amor, segundo, la técnica"

Inicialmente pensado para ser uma zona residencial de luxo o Parque Guell acabou por ser mais um local onde Gaudí faz acontecer magia. 15 hectares de vegetação, onde em cada recanto encontramos imagens, símbolos, esculturas, todos eles representações de um universo fantástico.

"Todo lo creado por el ser humano ya está en el gran libro de la naturaleza"





Nota: Todas as citações em itálico são da autoria de Antoni Gaudi i Cornet.







2 comentários:

  1. Adorei os textos a acompanhar e enquadrar as fotos! Estou mortinha por ir conhecer tudo isto in loco!! Obgda! :)

    ResponderEliminar
  2. Vais adorar Barcelona e passear pelas ruas. As fotos apenas dão uma ideia da cidade.

    ResponderEliminar